domingo, 10 de agosto de 2014

Orixás

Para a Umbanda, os Orixás são elementos da natureza, que não tiveram vida corpórea na terra. Assim sendo, quando dizemos que adoramos Deuses, nós nos referimos a adorar as forças da natureza, forças essas pertencentes á criação do grande Pai. Essas forças em equilíbrio produzem uma enorme energia, que pode ser denominada axé.

Os médiuns não incorporam os Orixás, o que se vê é a manifestação dos Falangeiros dos Orixás, que são os Guias ou Entidades que trabalham sob ordens de um determinado Orixá. 

Cada pessoa recebe a influência de um Orixá, que será seu protetor por toda a vida.

Principais Orixás da Umbanda

Para os principiantes ou simplesmente visitantes, duas dúvidas são bastante recorrentes: “Quantos orixás existem?” e “Quais são os orixás da umbanda?”. Entretanto, para essa pergunta há diversas respostas. Basicamente, o que estão presentes e são cultuados em todas as correntes de Umbanda, são (ordem alfabética) : Iansã, Iemanjá, Nanã, Ogum, Omulú, Oxalá, Oxossi, Oxum e Xangô.




A energia divina representativa em cada Orixá se combina, se conjuga e se harmoniza, desdobrando-se em outras energias que dão origem a outras manifestações da Força Divina na Natureza.

- IANSÃ - é a Senhora dos Ventos, da tempestade. Sua energia é vinculada à força da energia de Xangô. Enquanto Xangô rege o trovão, Iansã atua com seus ventos. 

- IEMANJÁ - Símbolo da natureza feminina, da beleza e da reprodução. Na natureza, liga-se às águas do mar. 

 - NANÃ - é primordial, é a energia que dá origem ao mundo, é a energia que é Criadora, é representativa da junção do elemento Terra e Água, que gera o elemento primordial de onde surgiu toda a vida no Planeta Terra. Da lama surgiu a primeira manifestação de vida no planeta. Dessa energia que surge toda a vida e é para essa energia que volta toda a vida quando finda a encarnação.

- OGUM - Simboliza a idéia de trabalho, de luta, de guerra, de vitória. Na natureza, liga-se aos metais. 

- OMULU - é símbolo de maturidade, de serenidade, amor, compreensão e humildade. Na natureza, liga-se à movimentação das águas, cachoeiras etc. É o estado de experiência do velho. 

- OXALÁ - Símbolo da natureza religiosa, santificada. Não é Deus, mas está abaixo Dele, presidindo seus desígnios. Para os iniciados é o Cristo, para os umbandistas, Jesus. Na natureza, liga-se aos céus e tudo o que nele há.

- OXÓSSI - Simboliza a natureza jovem, de homens e mulheres, a alegria saudável, a energia jovial. Na natureza está ligado às matas. 

- OXUM - A energia do orixá Oxum é feminina, regente das águas doces. Essa energia é também direcionada para a fecundação e concepção.

- XANGÔ - Símbolo da justiça. Envolve o cumprimento da lei de causa e efeito, com os seus “agentes” de naturezas diversas. Segundo os estudiosos, é esse orixá que dá origem à justiça terrena. Na natureza liga-se às montanhas. 

Exu não é Orixá, na Umbanda, mas é o que vem na frente destes, trazendo proteção para suas manifestações. É o concretizador do poder vibracional dos Orixás no Universo Astral. 

http://umbanda-orixas.info/
http://www.genuinaumbanda.com.br/os_orixas.htm
http://paipedrodeogum.blogs.sapo.pt/1423.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário