quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Marinheiros

Na Umbanda, em paralelo à linha de Boiadeiros e Baianos, foi criada alinha dos Marinheiros, que são espíritos que em suas últimas encarnações viveram do mar, pelo mar e para o mar. São entidades geralmente associada aos marujos, que em vida empreendiam viagens pelos mares, enfrentando toda sorte de infortúnios.



Conheceram muito bem o mar e a navegação, pois participaram da descoberta de novos mundos através das viagens que empreenderam que duraram anos e anos. Alguns navegaram e outros submergiram nas suas águas profundas. Outros foram arrastados para dentro deles pelas ondas e outros foram arrastados pelas fortes correntes marinhas, deslocando-os de uma região para outra. 

As Entidade de Marinheiro trabalham na Linha de Iemanjá e também de Oxum, que compõem o chamado “Povo da Água”. Seus conselhos e mensagens são sempre cheios de esperança e de fé. Costumam trabalhar em grupos. São fortes, pois enfrentarem guerras e mares agitados, mas também conheceram a calmaria e a bonança.

Dão consultas, passes e também fazem trabalhos fortes de descarrego que envolvam grandes demandas. Em algumas casas, também costumam trabalhar nas giras de desenvolvimento de Médiuns. Quando dão consultas, essa Falange costuma ir direto ao ponto, sem rodeios, mas também sabem como falar aos consulentes sem criar um clima desagradável ou de medo. Assim, conseguem atingir fundo as almas dos aflitos que costumam procura-los em busca de auxilio e de esperança.



Ao se manifestarem, incorporados em seus médiuns, esses espíritos se movimentam e “dançam” como se estivessem se equilibrando sobre o tombadilho de um navio ou barco em alto mar. Na verdade estão sobre o poder magnetizador de Iemanjá, o magnetismo dela faz com que tenham esses movimentos das ondas do mar.

Ótimos guias para desmanche de feitiçaria, os marinheiros trazem com seu jeito alegre a dispersão de fluidos oriundos do baixo astral, bebericando sua cerveja, rum ou cachaça apesar de seu modo cambaleante, estão mantendo o equilíbrio encimando ondas vibratórias densas que emanam de entidades maléfica, tratando todos guias e consulentes de mano, são entidades irmanadas no auxilio mútuo ao próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário