domingo, 22 de novembro de 2015

Agrados X Oferendas

Para os iniciantes é muito confuso diferir Agrados de Oferendas. A pergunta é a mesma: 

Qual a diferença? 


Vamos partir então da etimologia das palavras...

Agrados: Ato ou efeito de agradar.
Oferenda: Coisa que se oferece: presente, dádiva, oferta.

Os agrados podem ser associados a quase tudo aquilo que utilizamos no trabalho espiritual. Para se ter noção do que é dito, até uma vela, um cigarro, um charuto, o cará que é colocado para Ogum, o Padê do Exu, é tratado como um agrado, pois tem o intuito de agradecer, agradar, o plano espiritual.

Um simples ato de um Cambono acender uma vela, cuidar de todo o material de trabalho das entidades, pode também ser considerado um agrado. Então, o agrado pode estar "escondido" em tudo o que fazemos, se este tiver o intuito de agradar e for feito de coração.

Porém, se os mesmos forem feitos com a intenção de se conquistar algo, deve ser tratado como uma Oferenda.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Dia de Finados

A Origem do Dia de Finados

Para uns, o Dia de Finados teve origem na antiga Gália, no território europeu. No dia primeiro de Novembro eles celebravam a festa dos espíritos em seus lares, onde os médiuns e videntes falavam com as almas dos que haviam partido. 



No século I as pessoas religiosas rezavam por seus falecidos, mas somente por aqueles que morriam sem martírio, pois os que morriam martirizados eram considerados heróis e, portanto, já teriam um “lugar no céu” não precisando de orações em seu intermédio. Porém, desde o século XIII, este dia anual de oração por todos os mortos é realizado no dia 2 de novembro, porque no dia 1º de novembro é a festa de "Todos os Santos". O Dia de Todos os Santos celebra todos os que morreram em estado de graça e não foram canonizados. O Dia de Todos os Mortos celebra todos os que morreram e não são lembrados na oração.

Dia de Finados na Umbanda 

Na Umbanda, dia 02 de Novembro, Dia de Finados, é o dia dedicado para homenagear as Santas Almas que trabalham anonimamente na espiritualidade fazendo caridade e auxiliando aos encarnados e desencarnados em muitas missões e tarefas e também para orar pelas almas sofredoras e, muitas vezes, errantes. É dia de louvamos a força e o poder do Orixá Omulu/Obaluaê – Senhor da doença, da morte e das transições do universo.

"A morte do corpo físico não é o fim da vida, é apenas o fim de um ciclo."



Após o ato da morte física do ser encarnado, este será encaminhado para uma esfera espiritual condizente com seus atos e vibração emocional acumuladas durante a passagem no corpo físico, pois nós somos aquilo que criamos ao nosso redor e a realidade que desenvolvemos é a que levamos conosco após nossa passagem.

Então, nada se acabará com o fim da vida física, quando o corpo perece este é o fim de uma etapa e o início de outra. Morremos para o mundo físico e renascemos para o mundo espiritual. Assim, o contrário acontece quando reencarnamos: ”morremos” para a vida no plano espiritual e nascemos para o plano físico.

Portanto, para nós umbandistas, dia 02 de novembro não é dia de luto e nem de tristeza. Não nos lastimamos pela morte, mas sim celebramos a vida espiritual e o maravilhoso trabalho dos desencarnados em prol de seus irmãos sofredores.

Porém, este é o dia que mais as equipes socorristas espirituais trabalham. 



São milhares de encarnados que, inconformados e desinstruídos, pranteiam seus entes queridos que já partiram para uma das moradas do Pai e milhares de desencarnados que se desestabilizam pelas energias de dor e desespero daqueles que ficaram.

A melhor maneira de lembrar nossos queridos que já se encontram em uma das muitas moradas de nosso Pai Maior, é orar pedindo paz e muita luz a eles, que tenham consciência de que a morte não existe, que o corpo físico termina, mas o espírito é eterno e que um dia o reencontro irá acontecer no plano espiritual, de maneira que esse seja um afastamento temporário.

Orai pelas almas do rosário de Maria,
Orai pelas almas, ao meio-dia,
Orai pelas almas do rosário de Maria.
Almas da escuridão
Almas de prisioneiros
Almas que pedem salvação
Almas de feiticeiros.
Orai pelas almas do rosário de Maria
orais pelas almas, ao meio-dia,
orai pelas almas do rosário de Maria.
Almas de Dom Miguel
Almas tão inocentes
Almas que pedem o céu
Almas de penitentes.
Orai pelas almas do rosário de Maria,
Orai pelas almas, ao meio-dia,
Orai pelas almas do rosário de Maria.