terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Guias (Fios)

As guias usadas na Umbanda, também chamadas de fios, podem ser de várias cores e se tornam parte integrante da indumentária Umbandista. São responsáveis por nos proteger e aumentar nossa vibração, sendo considerados verdadeiro para-raios em nossa defesa.

Cada fio é único, guardando consigo mistérios envolvendo cores, pedras, elementos e formas, que estão diretamente relacionados a espiritualidade de cada médium e, por isso, só deve ser feito quando solicitado por seu guia ou pelo seu Dirigente Espiritual.

Entretanto, se a guia não for cruzada não terá valor energético nenhum, servindo só como adereço e não como proteção.

Os fios são objetos no qual os guias e protetores imantam com determinadas forças para servirem de instrumentos em ocasiões precisas, porém, não é unicamente responsável pela nossa proteção, assumindo várias outras funções:

  • serve de instrumento de ligação psíquica entre médium e espírito;
  • serve como instrumento de tratamento;
  • serve como material de trabalho das entidades, atraindo ou emetindo energias;
  • serve como reserva energética mantendo o campo áurico do médium equilibrado;
  • serve para identificar iniciações ou regências.


"Por que os fios arrebentam?"

Por ser confeccionada por um material altamente atrativo, quando o médium entra em contato com energias fortes, na qual talvez não pudesse suportar, o fio recebe toda a carga negativa e arrebenta.

Lembre-se sempre que as guias são objetos sagrados e como tais devem ser tratadas com respeito e, ao utilizá-las, tenha a humildade e o entendimento do que isso representa.

"Acima de qualquer fio, seja aquele bonito, cheio de pedras ou trançado, esta o mais simples de todos e que guarda a maior das forças: O Fio de Oxalá"
Exú Capa Preta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário